terça-feira, 20 de outubro de 2009

Alaíde.

O pai das criança nunca tá. Tá sempre viajando. De vez em quando ele aparece, fica dois dias e vai embora. Quer dizer, as criança sente falta,né? Né mole não. A mãe vive fora de casa. Não viajando mas fazendo outras coisa. Nem pensa nas criança também. Fica o dia inteiro fazendo compras, querendo tudo que vê. Tá bebâda o dia inteiro, uma coisa horrorosa. Olha, nunca vi, viu?! Coisa mais esquisita... Como é que você bota gente no mundo e não toma conta?! Porque uma coisa é você contratar babá pra AJUDAR na educação dos filho, não pra educar por você. Olha, eu tenho pra mim, de verdade, que isso é um absurdo. E as criança é tudo uma graça! Você precisa ver... Se fosse criança feia a gente até entendia, né? Porque às vezes a gente não dá sorte, a criança vem feia e aí dá preguiça de ficar perto. Eu até entendo isso. Mas essa mulher e esse homem não olha pros meninos. É triste mesmo. O mais novinho, Tony, cismou agora que quer ser modelo. Ai, ai, criança doida. Aí eu disse pra ele, Tony, você é bonito e tal mas essa carreira é muito curta. Tem que estudar. E ele escuta com os olhão aberto. O mais velho é mais quietinho mas é um amor. De vez em quando ele fala dormindo. É fantástico mesmo, ele fala coisas bem birutas mesmo, sabe? Quero viajar na asa da borboleta, ele fala. Me deixa voar na asa dessa borboleta. O mais velho tem 6 e o Tonyzinho 4. Duas figurinhas. Tão pequenininhos, tão frageizinhos, dá dó mesmo sabe. Um dia, minha vontade é pegar essas criança pra mim. E ficar com eles. Só pra mim. Ai, seria tão bom. Ia ficar feliz mesmo com esse dois rapagões lá na minha casa me dando alegria. Eu daria tanta alegria a eles. Um dia ainda mato essa mulher e esse viado. Mato mesmo. Dô porrada na cara dessa filha da puta pr'ela aprender que ela é uma porcaria de mãe. Uma vergonha. Eu sou mais eu. Essas criança são minha! Fui eu que criei e eu que vou continuar cuidando. Pra sempre!! Ouviu, sua vaca?! Pra sempre.

- Alaíde, para de passar essa roupa!! O Tony caiu da varanda! Ai!! Meu filho caiu, Alaíde!! Puta que pariu, Alaíde,12 andares!

Você sabia que um ferro de passar roupa na cara é capaz de matar?

2 comentários:

  1. muito bom mesmo, aliás, excelente!
    adorei tua escrita, na forma e na essência.
    bjus

    ResponderExcluir